Aeroportos, Destaque

Inframerica lança seu primeiro programa de trainee com etapas de trabalho em quatro países

Foto: Felipe Menezes

 

A administradora dos aeroportos de Brasília e Natal lançou seu primeiro programa de trainee e faz a seleção em parceria com a 99jobs, empresa de recrutamento de candidatos. As inscrições ficam abertas até 12 de dezembro e podem ser feitas pelo site da seleção, onde mais informações estão disponíveis. A expectativa é que os trainees iniciem o projeto ainda em janeiro de 2019.

Além de uma oportunidade diferenciada de trabalho, os três selecionados terão também uma inédita experiência internacional. Os trainees terão a chance de trabalhar em projetos de aeroportos da Argentina, do Uruguai e do Equador (etapa “Job Rotation”). O intercâmbio é possível porque a Inframerica – administradora dos aeroportos de Brasília e Natal – faz parte da holding internacional Corporación America, que está à frente de 52 terminais aéreos em sete países.

Dos candidatos, é esperado o conhecimento avançado da língua inglesa, curso superior completo entre dezembro de 2014 e dezembro de 2017. Além disso, é desejável ter noção de Espanhol, assim como experiência de intercâmbio internacional. A Inframerica espera também que os candidatos tenham disponibilidade para morar em Brasília para assumir a vaga e nos demais países durante o período de Job Rotation.

Ainda em 2018, a Inframerica foi considerada uma ótima empresa para se trabalhar, de acordo com pesquisa realizada com seus colaboradores pela consultoria Great Place to Work® (GPTW). O estudo consiste em um questionário que mensura a percepção dos funcionários em relação a seus ambientes de trabalho.

‘Investimos continuamente em nossos aeroportos e funcionários. Nossa premissa é transformar os terminais [Brasília e Natal] nos melhores do país e nosso ambiente de trabalho o melhor para se trabalhar. A Inframerica ainda é jovem e a certificação mostra que estamos no caminho certo”, avalia o presidente da Inframerica, Jorge Arruda.
O setor da aviação estima um crescimento expressivo para os próximos anos. A Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) estima que o transporte aéreo de passageiros deve crescer 109% até 2020, enquanto o traslado de cargas deve aumentar 58% no mesmo período. Com isso, espera-se um aumento de 660 mil vagas no setor e a consequente adição de R$ 146 bilhões ao PIB do Brasil.
A Inframerica espera para 2019 um aumento de 65% na malha internacional do Aeroporto de Brasília. As projeções animadoras são resultado do trabalho realizado em conjunto com o Governo do Distrito Federal para a redução da alíquota do ICMS que incide sobre o combustível usado na aviação comercial. O trabalho para atrair novas rotas e destinos é continuo e o objetivo é tornar o terminal aéreo brasiliense uma opção rápida e confortável fora do eixo Rio – São Paulo.